Voltar para a 1ª página
Carreiras para quem quer trabalhar com a terceira idade

 

O Brasil envelhece. E, segundo as previsões, em pouco mais de uma década, o país terá mais idosos que crianças e adolescentes. Essa inversão na pirâmide etária faz com que o mercado de trabalho se abra para novas oportunidades e, com isso, novas carreiras têm surgido para atender à necessidade dos mais velhos. Profissões já consolidadas se adaptam para se adequar a essa nova realidade.

Dados de projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que a população idosa deve dobrar no Brasil até o ano de 2042, na comparação com os números de 2017. De acordo com o levantamento, o país tinha 28 milhões de idosos no ano passado - o equivalente a 13,5% do total da população. E em 2042, a projeção do IBGE é de que a população brasileira atinja 232,5 milhões de habitantes, sendo 57 milhões de idosos - o equivalente a 24,5%.

Se os idosos estão vivendo mais, as pessoas precisam se preparar para exercer as novas profissões ligadas ao envelhecimento. Entre elas, carreiras relacionadas a cálculos previdenciários, cuidados com saúde dos mais velhos, desenvolvimento de novos medicamentos, aconselhamento de aposentadoria, planos para gestão dos recursos financeiros e atividades culturais. Mas, além dessas novas oportunidades, existem as profissões que já estão no mercado há um tempo, mas possuem especializações destinadas a melhor idade.

Pensando nas estatística, muita gente que já gosta de idosos pode considerar esse fator na hora de escolher um curso ou uma especialização. Confira agora, algumas áreas, caso a sua opção seja trabalhar com pessoas nessa faixa etária:

1. Gerontologia - Essa é a ciência que estuda de maneira multi e interdisciplinar o processo de envelhecimento em suas dimensões biológica, psicológica e social. Investiga o potencial de desenvolvimento humano associado ao curso de vida e ao processo de envelhecimento.

2. Terapia ocupacional - O terapeuta ocupacional é um profissional capacitado a trabalhar diretamente com a saúde humana, buscando tratamentos e terapias para auxiliar na recuperação da saúde, tanto física quanto psicológica.

3. Enfermagem - Esse curso forma profissionais capazes de promover, manter e restabelecer a saúde das pessoas. E assim como os terapeutas ocupacionais, os enfermeiros podem ter seu espaço em equipes multidisciplinares, que visam a melhoria da qualidade de vida do idoso.

4. Psicologia – Esse profissional está apto a estudar fenômenos humanos, de ordem psíquica e comportamental por meio da análise de emoções, ideias e valores trazidos em narrativas ou de forma simbólica pelo paciente.

Fonte: EducaMaisBrasil

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
Youtube Oficial
facebook.com/programa.dedodeprosa
facebook.com/encontronacionaldedodeprosa