Voltar para a 1ª página
População de idosos impulsiona criação de negócios segmentados

 

A população idosa é um dos grupos populacionais que mais crescem no país. Em outubro de 2017 havia 54 milhões de brasileiros com 50 anos ou mais, e até 2045 deve chegar a 93 milhões, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esse grupo está em busca de qualidade de vida, tem renda própria e tempo para consumir e está motivando a criação de ações de venda e novos negócios voltados especificamente para o segmento. Setores como lazer, saúde e bem-estar, beleza e turismo estão sendo impactados por esse público sênior, que busca por muito mais que casas de repouso e assistencialismo.

“Estamos quebrando esse paradigma de que idoso só precisa de fisioterapeuta, cuidador, serviços médicos. As pessoas estão vivendo mais e mudando seu ritmo de vida, buscando fazer exercícios, se alimentar bem, cuidar da aparência, viajar”, conta Anderson Teixeira, consultor do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A gerontologista Eva Pellegrino investiu nesse mercado e criou há 20 anos a Interativa Viagens, agência de turismo especializada no público acima dos 50 anos. Eva chega a atender clientes com até 90 anos que não querem saber de envelhecer em casa e tem observado um aumento no público de seu negócio.

“Nos últimos 10 anos a procura aumentou muito, e tivemos que criar novos roteiros e viagens, mais caros e mais baratos, para atender vários perfis de cliente”, conta Eva. A agência hoje trabalha com cerca de dois roteiros por mês, com valores entre R$ 677 e R$ 13 mil.

A Interativa tem sido procurada por idosos de várias faixas etárias, atraídos pela possibilidade de viver novas experiências e fazer amigos. Promover a socialização dos viajantes, que muitas vezes buscam fugir da solidão, é um dos trabalhos dos guias. “Sempre buscamos fazer dinâmicas para ajudá-los a se conhecer e socializar. Criamos grupos no WhatsApp e ensinamos eles a manter contato nas redes sociais”, diz Eva.

O cuidado e a atenção conquistaram clientes fiéis, que retornam buscando novos roteiros. Dentre os roteiros mais procurados estão as viagens de São João, como a cidade de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, que possui uma famosa festa de Corpus Christi, e os resorts.

O público sênior também tem sido um dos alvos da BEX Intercâmbio Cultural, que criou pacotes específicos +40 e +50 anos, com turmas de idiomas e passeios voltados para as idades. “Tivemos um aumento de 50% na procura da terceira idade. É um público que não quer aprender inglês para o trabalho, ou para pôr no currículo, eles buscam realização pessoal”, conta Flávio Crusoé, diretor da BEX em Salvador.

Na agência, a procura maior do público sênior tem sido por cursos de inglês, em destinos como Malta, Canadá e Austrália. “Achávamos que eles iriam preferir locais como Londres ou Roma, mas a maioria já conhece. São viajantes experientes que buscam algo novo”, diz o diretor.

Os clientes também têm surpreendido na academia Infinity, que criou planos exclusivos para a terceira idade, com passe livre para todas as modalidades da academia. “Não queríamos restringir eles. O mais comum é sugerirem hidroginástica para idosos, e muitos chegam aqui achando que só podem fazer isso e se descobrem em outras aulas”, diz Cláudia Germano, gerente comercial da academia. Modalidades como dança, pilates, e até mesmo musculação têm sido procuradas pelo público.

Fonte: UOL

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa