Voltar para a 1ª página
IndependÍncia e autonomia: se uma acaba, a outra pode continuar

 

Ninguém gosta de ser subestimado, mas, infelizmente, isso acaba acontecendo com frequência com os mais velhos. Às vezes com a melhor das intenções, os próprios filhos tentam impor limites aos pais quando estes, na verdade, ainda estão longe da necessidade de serem tutelados.

Há dois conceitos em gerontologia que são da maior importância para todos que se relacionam com pessoas idosas: independência e autonomia. Independência é a capacidade de realizar atividades cotidianas sem auxílio: vestir-se, tomar banho etc. Autonomia refere-se à capacidade de gerir a própria vida e tomar decisões. Significa viver de acordo com seus desejos e suas próprias regras. Usei o negrito de propósito porque o relacionamento do idoso com quem o rodeia tem que se pautar por essa frase.

Cognição, a capacidade mental de compreender e resolver os problemas do cotidiano, é a chave de tudo. Se uma pessoa que sofreu um AVC perdeu parte dos movimentos, pode ter sua independência comprometida parcialmente, mas isso não significa que sua autonomia deva ser cerceada: ela continuará sendo dona das decisões do seu dia a dia. Todos os profissionais que atuam na área da gerontologia têm a preocupação de tornar o paciente o mais independente possível pelo maior tempo da sua existência. Portanto, não faz sentido infantilizar alguém mais velho, o que inclui a privacidade do idoso, que deve ser preservada e respeitada.

Quando se entra no território da perda da autonomia, há mais desafios técnicos – e éticos. Quem tem demência ou doença de Alzheimer vai demandar um monitoramento ainda mais intenso, porque nem sempre poderá contar com precisão o que está sentindo, ou se lembrar de fatos recentes importantes. O médico dependerá de cuidadores e familiares para obter as informações complementares sobre o cotidiano do paciente.

Fonte: G1

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa