Voltar para a 1ª página
Conheša as vacinas que todos os idosos devem tomar

 

Não é só as crianças que devem seguir um calendário de vacinação anual, os idosos com mais de 60 anos também precisam ficar de olho no calendário e tomar algumas vacinas, ao contrário que muitos pensam, não é somente contra a gripe que os idosos devem se imunizar, confira as vacinas que todos os idosos devem tomar.

Influenza ( Gripe )

A gripe é urna infecção viral altamente contagiosa, ocorrendo geralmente no inverno. Graves complicações podem se desenvolver em pessoas com gripe, incluindo a pneumonia bacteriana.A vacina da gripe é oferecida em dose única anual, sendo aplicada preferencialmente antes do início do Outono.

Pneumocócica

A pneumonia é uma infecção grave nos pulmões, podendo ser fatal, especialmente nos idosos. Indivíduos com várias doenças e aqueles com um sistema imunológico reduzido, são suscetíveis as complicações da pneumonia. A pneumonia pode ser causada por vírus e bactérias.

Os dois tipos (VCPC 13 e VPP23) protegem contra pneumonia e também contra meningite, que devem ser combinados para uma proteção ideal.

A Sociedade Brasileira de Imunizações, em seu calendário de vacinação para o idoso, recomenda a vacinação rotineira com I dose da vacina pneumocócica conjugada 13 valente, seguida, dois meses depois, de uma dose da pneumocócica polissacarídica 23 valente.

Tríplice bacteriana – Tétano, difteria e coqueluche

O tétano é uma infecção causada por uma toxina bacteriana. A bactéria entra no corpo através de ferimentos sujos e as toxinas afetam os nervos que controlam a atividade muscular.

Já a difteria é uma doença súbita, causada por bactéria, sendo transmitida por gotículas de tosse ou espirro em suspensão no ar. A bactéria tipicamente se multiplica na garganta e libera toxinas na corrente sanguínea, podendo levar a complicações.
E a coqueluche, também conhecida como “tosse comprida”, é uma doença respiratória causada pela bactéria bordeÍella perfussis.

O idoso necessita de uma dose desta vacina tríplice, sendo necessário reforço com a vacina dupla (difteria e tétano) a cada IO anos.

Hepatite B

A hepatite B é transmitida pelo contato com fluidos do corpo de indivíduos infectados, como por exemplo, em relações sexuais desprotegidas, dividindo agulhas contaminadas (uso de drogas) entre outros. É recomendada para todos que não tomaram as três doses – por conta do aumento de casos de idosos com doenças sexualmente transmissíveis, mas não tem na rede pública

Febre amarela

É indicada apenas para quem vive em áreas de risco, para quem vai viajar para estas regiões ou para atender à exigência de alguns países em viagens internacionais.

Fonte: Mundo Conectado

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa