Voltar para a 1ª página
Veja alimentos que ajudam a prevenir a osteoporose

 

Nutricionista garante que vitaminas e proteínas são tão importantes quanto o cálcio para a saúde óssea

Mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de osteoporose. No País, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que cerca de 10 milhões de pessoas (um em cada 17 brasileiros) tenham a doença, que pode provocar fraturas ósseas e limitações de locomoção.

O Dia Mundial de Prevenção à Osteoporose, que atinge principalmente mulheres após a menopausa e idosos de ambos os sexos, é celebrado nesta terça-feira (20).

Para prevenir o mal, uma dieta rica em cálcio e proteínas ajuda a manter os ossos fortes e saudáveis. Quando o assunto é osteoporose, o leite e seus derivados são logo lembrados. Apesar de ser a principal fonte de cálcio para o organismo, uma alimentação capaz de manter uma boa saúde óssea não depende apenas deste grupo alimentar.

Segundo a nutricionista Lígia Martini, que integra a Comissão Científica da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso), a ingestão correta de vitaminas e proteínas também é importante. “A variação na alimentação impede que ela se torne monótona e permite o aporte de todos os nutrientes necessários para a saúde óssea”, afirma.

A ingestão de proteínas é fundamental em todos os estágios da vida. Durante infância e a adolescência ocorre a construção da massa óssea e o crescimento esquelético adequado. Na fase adulta e na terceira idade este nutriente permite a manutenção da massa óssea e previne a perda de força muscular, um fator de risco para a queda de idosos.

'Entre os alimentos ricos em proteína estão os laticínios, carnes, peixe, frango. Apesar de ter menor quantidade de proteína, a lentilha, o feijão e o grão de bico também são boas opções', garante a nutricionista.

Reforço para os ossos

A Pirâmide Alimentar Brasileira recomenda a ingestão de 2000 calorias por dia, divididas em café da manhã, almoço, jantar e lanches intermediários. De acordo com a nutricionista, estabelecer o horário dos lanches intermediários como um momento dedicado a ingerir alimentos ricos em cálcio pode ser uma boa abordagem para garantir a saúde dos ossos. 'Iogurtes, queijos ou leite são boas opções para fornecer cálcio, proteínas e algumas outras vitaminas e minerais importantes'.

Ainda de acordo com a nutricionista, a vitamina K, encontrada em folhas verdes, como o espinafre e o repolho, o magnésio, presente em verduras, legumes, sementes e grãos não refinados, o zinco, encontrado em carnes vermelhas magras, frangos, cereais integrais e frutas secas; e os carotenóides, presentes na cenoura, pimentão vermelho e amarelo e no mamão, também são fundamentais para montar um cardápio saudável para a saúde óssea.“ O mais importante é fazer escolhas alimentares variadas, inteligentes e equilibradas”, recomenda a nutricionista.

A doença e sintomas

Osteoporose é uma condição metabólica que se caracteriza pela diminuição progressiva da densidade óssea e aumento do risco de fraturas.

O primeiro sinal pode aparecer quando ela está numa fase mais avançada e costuma ser a fratura espontânea de um osso que ficou poroso e muito fraco, a ponto de não suportar nenhum trauma ou esforço por menor que sejam.

Dados do Ministério da Saúde apontam que as lesões mais comuns desencadeadas por osteoporose são as fraturas das vértebras por compressão, que levam a problemas de coluna e à diminuição da estatura e as fraturas do colo do fêmur, punho (osso rádio) e costelas. Nas fases em que se manifesta, a dor está diretamente associada ao local em que ocorreu a fratura ou o desgaste ósseo. Segundo o órgão, pelo menos 1 milhão de brasileiros, todos os anos,dão entrada nos hospitais com fraturas osteoporóticas.

tabela-alimentos.jpg

Além de uma alimentação saudável, o Ministério da Saúde recomenda ainda a prática de atividade física regular para fortalecer não só os músculos, mas também os ossos. A exposição ao sol, de 15 a 20 minutos por dia, antes das 10 horas ou após 15 horas, também é um hábito importante para a prevenção da osteoporose, já que a luz do sol é fonte de vitamina D, que ajuda na fixação do cálcio nos ossos e diminui o risco da doença se desenvolver na fase adulta.

Fonte: A Tribuna

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
Youtube Oficial
facebook.com/programa.dedodeprosa
facebook.com/encontronacionaldedodeprosa