Voltar para a 1ª página
Mudar hábitos mesmo após os 70 pode aumentar em cinco anos a expectativa de vida

 

Há quem diga que uma pessoa idosa não pode mais mudar sua personalidade ou hábitos porque viveu a vida toda de uma forma e não conseguirá passar os próximos anos de uma maneira diferente. Pois uma pesquisa da Universidade de Estocolmo, na Suécia, revelou que, mesmo depois dos 70 anos, quem passa a ter um estilo de vida mais saudável pode aumentar cinco anos a expectativa de vida.

Os médicos afirmaram que fazer exercícios no mínimo três vezes por semana, seguir uma dieta balanceada e ter uma vida social agitada - desde o convívio alegre com a família até fazer trabalhos voluntários, encontrar os amigos e frequentar eventos com pessoas conhecidas - são os segredos para viver mais e com qualidade. Quanto mais cedo essa soma estiver presente, mais a pessoa terá velhice melhor.

No entanto, os pesquisadores suecos perceberam que mesmo quem deixou para fazer isso já na terceira idade pode obter os benefícios de uma vida mais saudável. Deixar de fumar, controlar o peso e beber moderadamente pode estender o tempo de vida e fazer com que esse tempo seja melhor.

O estudo foi desenvolvido com 1810 pessoas com mais de 75 anos durante 18 anos. Comportamento, atividades de lazer e relacionamentos foram observados pelos pesquisadores. A ideia era acompanhar os fatores de risco que podem fazer com que o processo de envelhecimento seja mais rápido, o que abre caminhos para doenças como o Alzheimer e demência.

Quem consumia exageradamente bebidas alcoólicas e fumava diariamente acabou morrendo bem antes daqueles que não tinham esses hábitos. Já quem passou a praticar exercícios - seja ginástica, caminhada ou atividades na água - viveu mais tempo e com mais qualidade de vida do que aqueles idosos que eram sedentários.

Outra pesquisa realizada pela Universidade de Boston, que durante 25 anos acompanhou 2400 homens com mais de 70 anos, mostrou que seguir um plano de exercícios, manter o peso adequado e a pressão arterial em níveis normais, mesmo que adote tais hábitos só nessa idade, tiveram 54% mais chances de viver até os 90 anos - ou mais. Os homens que não seguiram essas ideias só tinham 4% de chances chegar aos 90.

Fonte: ClicRBS

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa