Voltar para a 1ª página
Idosos jŠ tÍm o costume de comprar pela internet

 

Os idosos estão aproveitando a comodidade de comprar pela internet. Um estudo recente do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) realizado com 632 pessoas acima de 60 anos nas 27 capitais mostrou que pelo menos 7% dos entrevistados já têm o costume de adquirir produtos pela web.

A bancária aposentada Maria José da Silva, de 66 anos, é um exemplo desse grupo de consumidores. A última compra foi uma TV de 48 polegadas por R$ 2.590. Ela diz que, apesar de gostar de comprar o produto na loja, onde tem a oportunidade de analisar mais cuidadosamente a mercadoria, a aquisição online às vezes tem sua vantagens.

— Está mais barato e mais prático. A gente já sabe o que vai comprar... Quando é uma empresa de confiança, tenho comprado.

Ela começou a fazer as compras pela internet há dois anos por influência da própria filha. De lá para cá, Maria José já comprou de luminária a pacotes de viagem no mundo online.

Segundo o gerente financeiro do SPC Brasil ( Serviço de Proteção ao Crédito), Flávio Borges, o hábito de comprar pela internet é impactado por renda e escolaridade.

— Quanto mais alta a classe social, maior a penetração do e-commerce, dos canais virtuais na população idosa.

O levantamento mostrou que entre os idosos com curso superior e pós-graduação, o hábito de adquirir produtos pela web já atinge 26% dos entrevistados. Entre os pertencentes a classe A/B, o percentual é de 17%. Maria José, que hoje tem uma renda média de R$ 10 mil mensais, se encaixa neste perfil.

Mais seletos

O levantamento também mostrou que 45% dos idosos informaram que enfrentam dificuldade para encontrar produtos para a terceira idade. Entre os produtos que os consumidores sentem mais falta estão roupas (20%), celulares com teclas maiores (12%), locais que sejam frequentados por pessoas da mesma idade (9%), turismo exclusivo (7%) e produtos de beleza (3%).

A dificuldade é maior para pessoas entre 70 e 75 anos (51%). De acordo com Flávio Jorge, um varejista atento pode identificar uma oportunidade nessa reclamação dos idosos, pois existe uma lacuna a ser preenchida.

— É uma população que mudou em termo de renda, de comportamento de consumo, de expectativa de vida.

A pesquisa do SPC Brasil também identificou que 64% dos entrevistados são os únicos responsáveis pelas decisões de compra, o que indica um nicho de oportunidades para o mercado.

— O público idoso desfrutou muito do crédito nos últimos anos, especialmente depois da regulação do consignado. Quem tem mais autonomia, mais renda, tende a ser mais exigente. A demanda ficou mais refinada e a oferta tem que acompanhar.

Fonte: R7

 

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa