Voltar para a 1ª página
Escova de dente com cerdas ultramacias mais adequada para idosos

 

Cuidar da saúde oral é importante em qualquer idade, mas os idosos devem redobrar a atenção, pois a raiz do dente costuma ficar mais exposta, o que pode gerar sensibilidade, desconforto e dificuldade na mastigação.

Quem disse que não é possível exibir um sorriso bonito e natural na terceira idade? O ser humano está vivendo mais e com menos problemas dentários como na Suíça, por exemplo, que tem um número significativo de centenários e sem graves problemas odontológicos. Especialistas atribuem esse fenômeno aos recursos disponíveis para cuidar da higiene oral, não só nos consultórios, mas também em casa. Nesse contexto, a escova dental de qualidade, com cerdas ultramacias é de extrema importância para desorganizar a placa bacteriana e amenizar alguns desconfortos inerentes nesse nicho da população.

O Cirurgião-Dentista, Especialista, Mestre e Doutor em Odontologia pela FOUSP, Dr. Hugo Lewgoy ainda reforça que cuidar da higiene oral adequadamente pode evitar o uso de próteses totais (popularmente conhecidas por dentaduras) e diminuir outros problemas, como o risco de hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, diabetes e até mesmo acidente vascular celebral. 'Normalmente os idosos têm parte de sua raiz dental exposta e sem a proteção do esmalte, que naturalmente diminui ao longo da vida. Como consequência, a hipersensibilidade dentária pode se manifestar causando grandes desconfortos', reforça o dentista.

Os idosos também estão mais vulneráveis a outros problemas, como o cálculo dental (tártaro) e a boca seca. 'O tártaro pode resultar na destruição lenta do tecido gengival em torno dos dentes, resultando em dor, hipersensibilidade e sangramento gengival. A boca seca, devido à diminuição da salivação, naturalmente, acomete os idosos, contudo, pode ser agravada devido ao uso de medicamentos contínuos. Esse quadro coloca a cavidade oral do idoso suscetível a problemas de saúde, uma vez que as glândulas salivares produzindo menos saliva resultará na diminuição da capacidade protetora para controlar os ácidos produzidos por bactérias', explica o Dr. Lewgoy.

A recomendação, portanto, é utilizar um produto eficiente e não traumático para não agredir ainda mais a região. Isso é possível com uma escova com grande quantidade de cerdas ultramacias como a Curaprox CS 5460, por exemplo. 'Esse modelo é bem aceito no mercado e bastante indicado pelos profissionais porque realiza uma higiene oral efetiva e suave, evitando que o desgaste e a recessão gengival se agravem ainda mais. Sem dúvida, também é importante complementar a escovação com a escova interdental e o fio dental', conclui o especialista.

Fonte: Segs

 

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa