Voltar para a 1ª página
Alunos trocam sala de aula por um dia e visitam idosos em casa de acolhida

 

Alunos de uma escola estadual, em Cacoal (RO), trocaram a sala de aula por uma experiência mais que especial: conhecer de perto a rotina de idosos. A atividade faz parte de um projeto desenvolvido pela Escola Estadual Bernardo Guimarães, com cerca de 90 alunos do nono ano. Segundo a professora idealizadora do projeto, é um aprendizado para a vida toda.

A Casa de Acolhida São Camilo, que abriga mais de 60 idosos, recebeu a visita dos estudantes. “Com a visita descobrimos a importância do convívio familiar, pudemos conhecer melhor a realidade dessas pessoas que tem muito que ensinar e hoje vivem esquecidos”, afirma a aluna Gabriely Maciel Sodré.

Durante o ano, as turmas do nono ano participaram do projeto que quer aproximar as crianças daqueles que já caminharam bastante. Segundo a professora de filosofia Miqueline Costa, o objetivo é despertar nos alunos e na comunidade escolar a importância social, voltada para a caridade e o amor ao próximo, refletir sobre a inclusão social, melhorar o convívio, comunicação e compreensão familiar com o idoso.

“Para muitos a velhice é um fardo pesado, os familiares não têm paciência e, principalmente, amor para com o idoso que está ao seu lado. Durante a visita os alunos puderam conhecer melhor a realidade dos idosos que vivem sozinhos em abrigos, distantes da família e puderam levar um pouco de amor e atenção a cada um.

Os alunos aprendem a ter solidariedade, carinho e amor não só com os idosos, mas também com todos que necessitam”, explica a professora.
Além de muito aprendizado houve também momentos de descontração e lazer. “Pudemos jogar bola, conversar, contar piadas. Os idosos são pessoas incríveis e merecem nossa atenção”, enfatiza o aluno Arbelo Lucas Lima de Oliveira.

Histórias, brincadeiras e sorteios mudaram a rotina dos alunos que agora esperam transmitir para mais pessoas o que aprenderam. “A experiência nos mostrou que o idoso é mais que um encosto, como muitos pensam, eles são seres humanos e merecem todo nosso respeito e amor”, conclui Gabriely.

Fonte: G1

Dedo de Prosa Produções
Rua Riachuelo, 1452 - Sala 205
Bairro Padre Eustáquio
30720-060 - Belo Horizonte/MG



Telefone: (31) 3413-7507
dedodeprosa.tv@uol.com.br
@dedodeprosatv
facebook.com/programa.dedodeprosa